Nascer do sol

Nascer do sol
Não basta admirar e exaltar a grandeza da natureza. É preciso cuidar para que ela permaneça bela e possa ser também apreciada pelas gerações futuras.

quinta-feira, 26 de maio de 2016


O eterno adolescente!

Sujeitinho impulsivo, rebelde e metido a independente igual a ele, eu desconheço. Só faz o que dá na telha, não dá a mínima atenção para conselhos. Por mais que você lute contra um sentimento, só ele decide o final. O danado insiste em ver coisas que os olhos, aqueles que a terra ou o fogo haverão de comer, nunca poderiam ver. De nada adianta lutar contra ele. Teimoso como uma mula, escolhe gostos e desgostos, recusa-se a seguir regras, padrões. Nega a razão e dá razão a negações quando bem lhe convém. Desafia e derruba qualquer argumento que não seja favorável ao seu “querer”. Adora correr riscos. Faz sofrer qualquer um que caia nas suas garras, nas suas graças ou nas suas teias. Ignora tempo e espaço, cor, raça, credo e toda e qualquer coisa que vá de encontro aos seus desejos e anseios, mas em sua impetuosidade esquece que é apenas a peça mais frágil de uma máquina que apesar de depender do seu vigor para funcionar, regra geral, faz pouco caso dos registros por ele impostos.
Finalmente, mesmo a revelia, atrevo-me a dar uma sugestão:
Ah! coração, vê se amadurece!


Fátima Almeida
10/05/2016



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!! que bom você veio me visitar!!!
Deixe sua marquinha aqui!
obrigada!!!!! e volte sempre!!!!!